Loading...

domingo, 16 de junho de 2013

Como Melhorar o Meio Ambiente

Existem várias formas de preservar e melhorar o Meio Ambiente.

15 Formas de preservar e melhorar o Meio Ambiente

1 - Nunca queime folhas e galhos. Enterre-os, pois eles são excelentes adubos.

2 - Utilize o menos possível, o carro ou a moto, principalmente no inverno, quando a dispersão dos poluentes é mais difícil.

3 - Evite andar de carros ou motos, Caminhe, vá de bicicleta ou Ônibus. Com 1 litro de combustível, um carro leva uma pessoa por 9 Km/h, porém um Ônibus leva cerca de 40 pessoas (1 Pessoa pelo equivalente a 50 Km/h )

4 - Mantenha o veículo regulado. Evite válvulas e filtro de ar sujos.

5 - Procure usar veículos com catalizadores.

6 - Desligue o motor nos congestionamentos.

7 - Plante tantas árvores quanto o possível.

8 - Imprima somente o que for necessário e, caso possível, utilize os dois lados da folha e opte pelo papel reciclado.

9 - Evite produtos com muitas embalagens, e encaminhe-as para a coleta seletiva. 

10 - Invista no transporte coletivo

11 - Evite o desperdício de água

12 - Recicle e reaproveite tudo aquilo que for possível.

13 - Reduza o consumo de energia elétrica. Ao sair de um cômodo, sempre apague as luzes.

14 - Não maltrate animais domésticos ou silvestres.

15 - Nunca jogue lixo no chão! Caso não encontre uma lixeira próxima, guarde-o com você até encontrar o local adequado para descartá-lo.

Postado Por: João Vitor O. Brito, Nº 17, 7ªC


Poluição

 

Poluição    

Por poluição entende-se a introdução pelo homem, direta ou indiretamente de substâncias ou energia no ambiente, provocando um efeito negativo no seu equilíbrio, causando assim danos na saúde humana, nos seres vivos e no ecossistema ali presente.1
Os agentes de poluição, normalmente designados por poluentes, podem ser de natureza química, genética, ou sob a forma de energia, como nos casos de luz, calor ou radiação.
Mesmo produtos relativamente benignos da actividade humana podem ser considerados poluentes, se eles precipitarem efeitos negativos posteriormente. Os NOx (óxidos de azoto) produzidos pela indústria, por exemplo, são frequentemente citados como poluidores, embora a própria substância libertada, por si só não seja prejudicial. São classificados como poluentes pois com a acção dos raios solares e a humidade da atmosfera, esses compostos dão origem a poluentes como o HNO3 ou o smog.

 

 

Poluentes mais frequentes e seus efeitos mais temidos

A Aviação civil é uma das maiores fontes de poluição sonora nas grandes cidades.

Poluição Global

Os problemas de poluição global, como o efeito estufa, a diminuição da camada de ozônio, as chuvas ácidas, a perda da biodiversidade, os dejectos lançados em rios e mares, entre outros materiais, nem sempre são observados, medidos ou mesmo sentidos pela população.
A explicação para toda essa dificuldade reside no fato de se tratar de uma poluição cumulativa, cujos efeitos só são sentidos a longo prazo. Apesar disso, esses problemas têm merecido atenção especial no mundo inteiro, por estarem se multiplicando em curto tempo e devido a certeza de que terão influência em todos os seres vivos.
Poluição atmosférica nos arredores de Paris (França).

Aquecimento global

A Terra recebe uma quantidade de radiação solar que, em sua maior parte (91%), é absorvida pela atmosfera terrestre, sendo o restante (9%) refletido para o espaço. A concentração de gás carbônico oriunda, principalmente, da queima de combustíveis fósseis, dificulta ou diminui o percentual de radiação que a Terra reflete para o espaço. Desse modo, ao não ser irradiado para o espaço, o calor provoca o aumento da temperatura média da superfície terrestre.
Devido à poluição atmosférica e seus efeitos, muitos cientistas apontam que o aquecimento global do planeta a médio e longo prazo pode ter caráter irreversível. Por isso, desde já, devem ser adotadas medidas para diminuir as emissões dos gases que provocam o aquecimento. Outros cientistas, no entanto, admitem o aumento do teor do gás carbônico na atmosfera, mas lembram que grande parte desse gás tem origem na concentração de vapor de água, o que independe das atividades humanas. Essa controvérsia acaba adiando a tomada de decisões acerca da adoção de uma política que diminua os efeitos do aumento da temperatura média da Terra.
O carbono presente na atmosfera garante uma das condições básicas para a existência de vida no planeta: a temperatura. A Terra é aquecida pelas radiações infravermelhas emitidas pelo Sol até uma temperatura de -27 °C. Essas radiações chegam à superfície e são refletidas para o espaço. O carbono forma uma redoma protetora que aprisiona parte dessas radiações infravermelhas e as reflete novamente para a superfície. Isso produz um aumento de 43 °C na temperatura média do planeta, mantendo-a em torno dos 16 °C. Sem o carbono na atmosfera a superfície seria coberta de gelo. O excesso de carbono, no entanto, tende a aprisionar mais radiações infravermelhas, produzindo o chamado efeito estufa: a elevação da temperatura média a ponto de reduzir ou até acabar com as calotas de gelo que cobrem os pólos. Os cientistas ainda não estão de acordo se o efeito estufa já está ocorrendo, mas preocupam-se com o aumento do dióxido de carbono na atmosfera a um ritmo médio de 1% ao ano. A queima da cobertura vegetal nos países subdesenvolvidos é responsável por 25% desse aumento. A maior fonte, no entanto, é a queima de combustíveis fósseis, como o petróleo, principalmente nos países desenvolvidos.

Elevação da temperatura

A elevação da temperatura terrestre entre 2 e 5 graus Celsius, presume-se, provocará mudanças nas condições climáticas. Em função disto, o efeito estufa poderá acarretar aumento do nível do mar, inundações das áreas litorâneas (diz-se litorâneas no Brasil, litorais em Portugal) e desertificação de algumas regiões, comprometendo as terras agricultáveis e, conseqüentemente, a produção de alimentos.

Países emissores de gases do efeito estufa

  1. Estados Unidos 69,0%
  2. China 11,9 %
  3. Indonésia 7,4%
  4. Brasil 5,85%
  5. Rússia 4,8%
  6. Índia 4,5%
  7. Japão 3,1%
  8. Alemanha 2,5 %
  9. Malásia 2,1%
  10. Canadá 1,8%
O Brasil ocupa o 16º lugar entre os países que mais emitem gás carbônico para gerar energia. Mas se forem considerados também os gases do efeito estufa liberados pelas queimadas e pela agropecuária, o país é o quarto maior poluidor (em % das emissões totais de gases do efeito estufa).

A poluição e a diminuição da camada de ozônio

Água poluída
A camada de ozônio é uma região existente na atmosfera que filtra a radiação ultravioleta provinda do Sol. Devido processo de filtragem, os organismos da superfície terrestre ficam protegidos das radiações.
A ozonosfera é formada pelo gás ozônio, que é constituído de moléculas de oxigênio que sofrem um rearranjo a partir da radiação ultravioleta que penetra na atmosfera.
A exposição à radiação ultravioleta afeta o sistema imunológico, causa cataratas e aumenta a incidência de câncer de pele nos seres humanos, além de atingir outras espécies.
A diminuição da camada de ozônio está ocorrendo devido ao aumento da concentração dos gases CFC (cloro-flúor-carbono) presentes no aerossol, em fluidos de refrigeração que poluem as camadas superiores da atmosfera atingindo a estratosfera.
O cloro liberado pela radiação ultravioleta forma o cloro atômico, que reage ao entrar em contato com o ozônio, transformando-se em monóxido de cloro. A reação reduz o ozônio atmosférico aumentando a penetração das radiações ultravioleta.

Consequências econômicas

As consequências econômicas e ecológicas da diminuição da camada de ozônio, além de causar o aumento da incidência do cancro de pele, podem gerar o desaparecimento de espécies animais e vegetais e causar mutações genéticas.
Mesmo havendo incertezas sobre a magnitude desse fenômeno, em 1984 foi assinado um acordo internacional para diminuir as fontes geradoras do problema (Protocolo de Montreal).

Protocolo de Montreal

No Protocolo de Montreal, 27 países signatários se comprometeram a reduzir ou eliminar o consumo de CFC[desambiguação necessária] até ao ano 2000, o que, até hoje, ainda não aconteceu na proporção desejada, apesar de já haver tecnologia disponível para substituir os gases presentes nos aerossóis, em fluidos de refrigeração e nos solventes.

A poluição e as chuvas ácidas

O Canal de Lachine em Montreal (Canadá), encontra-se poluído.
As chuvas ácidas são precipitações na forma de água e neblina que contêm ácido nítrico e sulfúrico. Elas decorrem da queima de enormes quantidades de combustíveis fósseis, como petróleo e carvão, utilizados para a produção de energia nas refinarias e usinas termoelétricas, e também pelos veículos.
Durante o processo de queima, milhares de toneladas de compostos de enxofre e óxido de nitrogênio são lançados na atmosfera, onde sofrem reações químicas e se transformam em ácido nítrico e sulfúrico.
O dióxido de carbono reage reversivelmente com a água para formar um ácido fraco o ácido carbônico.
No equilíbrio, o pH desta solução é 5.6, pois a água é naturalmente ácida pelo dióxido de carbono. Assim, qualquer chuva com pH abaixo de 5.6 é considerada excessivamente ácida.
Dióxido de nitrogênio NO2 e dióxido de enxofre SO2 podem reagir com substâncias da atmosfera produzindo ácidos, esses gases podem se dissolver em gotas de chuva e em partículas de aerossóis e em condições favoráveis precipitarem-se em chuva ou neve.
Dióxido de nitrogênio pode se transformar em ácido nítrico e em ácido nitroso e dióxido de enxofre pode se transformar em ácido sulfúrico e ácido sulfuroso.
Amostras de gelo da Groelândia mostram a presença de sulfatos e nitratos, o que indica que já em 1900 tínhamos a chuva ácida.
Além disso, a chuva ácida pode se formar em locais distantes da produção de óxidos de enxofre e nitrogênio.
A chuva ácida é um grande problema da atualidade porque anualmente grandes quantidades de óxidos ácidos são formados pela atividade humana e colocados na atmosfera. Quando uma precipitação (chuva) ácida cai em um local que não pode tolerar a acidez anormal, sérios problemas ambientais podem ocorrer.
Em algumas áreas dos Estados Unidos (West Virginia), o pH da chuva chegou a 1.5, e como a chuva e neve ácidas não conhecem fronteiras, a poluição de um país pode causar chuva ácida em outro. Como no caso do Canadá, que sofre com a poluição dos EUA.
A extensão dos problemas da chuva ácida pode ser vista nos lagos sem peixes, árvores mortas, construções e obras de arte, feitas a partir de rochas, destruídas.
A chuva ácida pode causar perturbações nos estômatos das folhas das árvores causando um aumento de transpiração e deixando a árvore deficiente de água, pode acidificar o solo, danificar raízes aéreas e, assim, diminuir a quantidade de nutrientes transportada, além de carregar minerais importantes do solo, fazendo com que o solo guarde minerais de efeito tóxico, como íons de metais. Estes não causavam problemas, pois são naturalmente insolúveis em água da chuva com pH normal, e com o aumento do pH pode-se aumentar a solubilidade de muitos minerais.
A chuva ácida é composta por diversos ácidos como, por exemplo, o óxido de nitrogênio e os dióxidos de enxofre, que são resultantes da queima de combustíveis fósseis (carvão, óleo diesel, gasolina entre outros). Quando caem em forma de chuva ou neve, estes ácidos provocam danos no solo, plantas, construções históricas, animais marinhos e terrestres etc. Este tipo de chuva pode até mesmo provocar o descontrole de ecossistemas, ao exterminar determinados tipos de animais e vegetais. Poluindo rios e fontes de água, a chuva pode também prejudicar diretamente a saúde do ser humano, causando doenças pulmonares, por exemplo.
Este problema tem se acentuado nos países industrializados, principalmente nos que estão em desenvolvimento como, por exemplo, Brasil, Rússia, China, México e Índia. O setor industrial destes países tem crescido muito, porém de forma desregulada, agredindo o meio ambiente. Nas décadas de 1970 e 1980, na cidade de Cubatão, litoral de São Paulo, a chuva ácida provocou muitos danos ao meio ambiente e ao ser humano. Os ácidos poluentes jogados no ar pelas indústrias, estavam gerando muitos problemas de saúde na população da cidade. Foram relatados casos de crianças que nasciam sem cérebro ou com outros defeitos físicos. E também provocou desmatamentos significativos na Mata Atlântica da Serra do Mar.

Chuva ácida

As consequências da chuva ácida para a população humana são econômicas, sociais ou ambientais. Tais consequências são observáveis principalmente em grandes áreas urbanas, onde ocorrem patologias que afetam o sistema respiratório e sistema cardiovascular, e ,além disso, causam destruição de edificações e monumentos, através da corrosão pela reação com ácidos. Porém, nada impede que as consequências de tais chuvas cheguem a locais muito distantes do foco gerador, devido ao movimento das massas de ar, que são capazes de levar os poluentes para muito longe. Estima-se que as chuvas ácidas contribuam para a devastação de florestas e lagos, sobretudo aqueles situados nas zonas temperadas ácidas.

A poluição e a perda de biodiversidade

Ao interferir nos habitats, a poluição pode levar a desequilíbrios que provocam a diminuição ou extinção dos elementos de uma espécie, causando uma perda da biodiversidade. As variações da temperatura da água do mar, levam a dificuldades da adaptação de certas espécies de peixes, é igualmente uma das causas da invasão de águas salinas em ambientes tradicionalmente de água doce, causando assim uma pressão adicional nesses ecossistemas, e potenciando a diminuição ou extinção das espécies até então ai presentes.

Postado Por: João Vitor O. Brito, Nº17, 7ªC

sábado, 15 de junho de 2013

Poluição

    Por poluição entende-se a introdução pelo homem,direta ou indiretamente de substâncias ou energia no ambiente,provocando um efeito negativo no seu equilíbrio,causando assim danos na saúde humana,nos seres vivos e no ecossistema ali presente.
    Os agentes da poluição,normalmente designados por poluentes,podem ser de natureza química,genética,ou sob a forma de energia,como nos casos da luz,calor ou radiação.
    Mesmo produtos relativamente benignos da atividade humana podem ser considerados poluentes,se eles precipitarem efeitos negativos posteriormente.Os óxidos de azoto produzidos pela própria indústria,por exemplo,são frequentemente citados como poluidores,embora a própria substância libertada,por si só não sejam prejudiciais.São classificados como poluentes pois com a ação dos raios solares e a humidade da atmosfera.esses compostos dão origem a poluentes como o HNO 3 ou o smog.
   
     Tipos de Poluição

     Poluição Global-Os problemas de Poluição Global,como o Efeito Estufa,a diminuição da camada de ozônio,as chuvas ácidas,a perda da Biodiversidade,os dejetos lançados em rios e mares,entre outros materiais,nem sempre são observados,medidos ou sentidos pela população.
     A explicação para toda essa dificuldade reside no fato de se tratar de uma poluição cumulativa,cujos efeitos são só sentidos a longo prazo.Apesar disso,esses problemas têm merecido atenção especial ao mundo inteiro,por estarem se multiplicando em curto tempo e devido a certeza de que terão influência em todos os seres vivos.
     Poluição Atmosférica-A Poluição Atmosférica refere-se a mudanças na atmosfera susceptíveis de causar impacto a nível ambiental ou de saúde humana,através da contaminação por gases,partículas sólidas,líquidos em suspensão,material biológico ou energia.A adição dos contaminantes pode provocar especialmente danos na saúde humana ou no ecossistema,podendo estes danos serem causados diretamente pelos contaminantes ou por

Mudanças Climáticas

               Introdução

               As Mudanças Climáticas são alterações que ocorrem no Clima Geral do Planeta Terra.Estas alterações são verificadas através de registros científicos nos valores médios ou desvios da média,apurados durante o passar dos anos.
             
              Fatores geradores

              As  mudanças climáticas são produzidas em diferentes escalas de tempo em um ou vários fatores meteorológicos como,por exemplo : temperaturas máximas e minímas,índices pluviométricos,temperatura dos oceanos,nebulosidade,umidade relativa do ar,etc.
              As  mudanças climáticas são provocadas por fenômenos naturais ou por ações dos seres humanos.Neste último caso,as mudanças climáticas têm sido provocadas a partir da Revolução Industrial no século XVIII,momento em que aumentou significativamente a poluição do ar.
       
             Consequências
     
             Atualmente as mudanças climáticas têm sido alvo de diversas discussões e pesquisas científicas.Os Climatologistas verificaram que,nas últimas décadas,ocorreu um aumento significativo da temperatura mundial,fenômeno conhecido como aquecimento global.Este fenômeno,gerado pelo aumento da poluição do ar,tem provocado o derretimento do gelo das calotas polares e o aumento do nível da água nos oceanos.O processo de desertificação também tem aumentado nas últimas décadas em função das mudanças climáticas.

Aquecimento Global : Pássaros na Europa

        Na Europa,toda espécie de pássaro atingida pelas Mudanças Climáticas,são três vezes mais numerosas em comparação com as espécies que se beneficiam e se adaptam melhor às mudanças.As informações foram publicadas em 2009,pela revista Public Library of  Science.
        Em toda a Europa o desnível populacional de aves é perceptível aos pesquisadores.A proporção é aproximadamente para 122 espécies estudadas,30 desenvolverão um aumento de área de distribuição populacional.E em cerca de 92 espécies,haverá uma drástica redução.
        A situação pode piorar mais,se os efeitos do Aquecimento Global na Europa forem mais alarmantes do que o previsto.Os Pesquisadores acreditam que a elevação da Temperatura deve ser mantida abaixo de aproximadamente 2 C.
        As 122 espécies estudadas abrange a escrevedeira-de-garganta-preta,o papa - figos,o pintassilgo.Das 92 espécies que sofrerão diminuição populacional,está as narceja,petinha dos prados,tentilhão montês,chapim sibilo e o pica-pau-malhado.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Projeto Meio Ambiente - Charge


         

 Agora aprofundando um pouco o assunto,falando também sobre a importância da natureza,fatos prejudiciais a saúde,uma verdadeira vídeo aula de preservação ambiental.

Charge - Um Plano para salvar o Planeta

   Aqui o vídeo mostra formas de preservação ambiental em forma de desenho para facilitar e obter o sucesso de  transmitir a mensagem que devemos cuidar do nosso Planeta Terra.

Charge - Salve o Meio Ambiente

   Uma demonstração que precisamos salvar a natureza,em charge,muito bem elaborada e realista,uma ótima  
fonte de conhecimento e conscientização.
 

Poema - Lamento da Natureza !!!

       Uma realidade inacreditável, mostrando para o povo,mas dessa vez em uma forma de Poema,que está relativamente associado ao nosso presente e associando o presente com o futuro.
     

Minha Opinião Sobre Como Melhorar o Meio Ambiente

      Para  Melhorar o Meio Ambiente devemos ter a plena consciência que podemos melhorar bastante com os nossos gestos de cidadania,gestos simples e uteis no nosso dia a dia como usar mais Transporte Coletivo,andar mais vezes de Bicicleta, consumir Biocombustíveis frequente,não jogar lixo nas ruas,rios,bueiros,mar,lagos.Respeitar,ainda que com uma porcentagem baixa,a coleta seletiva de lixo,sabendo distinguir quais lixos colocar no respectivo lugar,não queimar matas, não derrubar ilegalmente árvores,e respeitar todas as Leis  de Crimes Ambientais não infringindo nenhuma delas.
      Essas atitudes convenhamos que já da uma boa melhorada no Meio Ambiente,mas apesar disso,melhorar o Meio Ambiente precisa também de políticos comprometidos se esforçando para resolver outros problemas que rodeiam e acabam impedindo para que essa melhora aconteça.No meu Contexto,um dos problemas que impedem da população contribuir para o Meio Ambiente é a situação precária dos transportes públicos e além disso altas tarifas não coerentes com a qualidade,outro fator é que a grande parte dos empregos está nos centros,assim deslocando praticamente 90 por cento da população,e também a insegurança de um ciclista,desrespeito com os ciclistas dificultando esse uso de transporte ecológico.
      Para resolver os problemas do meio ambiente precisamos facilitar o uso da colaboração da sociedade e excluir todos aqueles que interferem na contribuição da sociedade com a natureza,melhorando o transporte público,ecológico,trânsito e empregos na periferia.
      Para que a Sociedade se sinta incentivada a usar o transporte público precisamos que o Governo alivie mais o comprometimento salarial da sociedade com transporte público,diminuindo as tarifas de metrô,trem,ônibus e qualificar esses transportes como assentos decentes,piso qualificado para deficientes físicos,mais ônibus e corredores de ônibus,criando ônibus mais rápidos,maiores e com maior infraestrutura para atender um número alto de passageiros tranquilamente,facilitar a vinda rápida para os pontos,melhor conforto como ar condicionado nos dias quentes e aquecedor nos dias frios,oferecer proteção com cinto de segurança em todos os assentos.Nos metrôs e trens construir eles com capacidade alta e maiores,tarifas acessíveis como a do ônibus,melhorar a segurança desses locais de transporte público e fazer pontos de espera mais tecnológicos e eficientes,com informações dignas sobre os ônibus daquele local,e também o mais importante,que as autoridades controlassem o ar poluente dos ônibus e fizesse um tratado para diminuir como ônibus que por lei devem usar combustíveis ecológicos e na mecânica deles fazer com que queime menos óleo e provoque menos fumaça,estabeleça uma unidade da CONTROLAR em todos os municípios,contribuindo com dados e pesquisas sobre os veículos.
     E  também  unir empregos da periferia,diminuindo o ISS e IPTU,fazendo com que um trabalhador,trabalhe com uma distância curta e abandone um  pouco o seu automóvel,contribuindo ambientalmente para a sociedade.
     Outro Transporte muito útil é a bicicleta,mas para incentivar as pessoas dirigirem esse veículo ecológico precisaríamos ter mais faixas exclusivas para o ciclista e promover mais vigilância nas ruas e mais leis rigorosas  para alguém que desrespeitar o espaço de um veículo nas ruas,e assim sucessivamente valendo para todos essa lei.Outra Proposta coerente com a questão é construir mais Parques Ecológicos para melhorar a qualidade do ar.
     A Sociedade realmente necessita de ajuda do governo,mas também pode e deve cumprir seu papel com a Natureza e a humanidade,ser bons herdeiros desse bem é a solução.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

O Que é Efeito Estufa;Causas;Soluções

   O  Efeito Estufa é o aprisionamento de parte do calor gerado pelos raios solares na atmosfera terrestre,com o principal objetivo de manter nosso Planeta na temperatura ideal para a vida.
   Apesar de ser algo vital para todos nós,este processo pode ser desequilibrado e seu resultado exponencialmente agravado quando a presença de gases que absorvem parte desse calor for muito maior do que o normal.
   Por isso,quando se fala em '' Aquecimento Global '', ''Derretimento das Calotas Polares'',sempre associamos ao Efeito Estufa quando na verdade devíamos prestar atenção nas causas que aumentam o volume dos gases que resultam nesse desiquilíbrio.
 
   
   Causas do Efeito Estufa
 
   A  maioria de nossas fontes energéticas Petróleo,Carvão,Gás Natural,Madeira liberam carbono C na atmosfera,contribuindo para a formação de CO2  ou Gás Carbônico.Este é,dentre os gases citados,o maior responsável pela intensificação do aquecimento,cerca de 60 por cento.
   Outros gases também tem sua parcela de culpa nessa história,são os gases metano,óxido nitroso e óxidos de nitrogênio.Além disso,as queimadas e as derrubadas de florestas influenciam diretamente nesse desequilíbrio,de um lado liberando mais gases pela Queimada de Madeira e por outro lado,reduzindo o número de Árvores ,principais responsáveis pela eliminação do CO2 do nosso planeta.
     

   Soluções

   Em 1997 foi assinado o Protocolo de Kyoto,onde as grandes nações,maiores emissoras de '' gases de efeito estufa '',assumiram o compromisso de diminuir estas emissões para que o Aquecimento Global fosse retardado.Vale lembrar que os EUA e a Austrália foram as únicas a não assinarem.
   Mas além das empresas,nós podemos e devemos fazer nossa parte,reduzindo o uso de papel não reciclado,utilizando sacolas ecológicas ao invés das plásticas,separando lixo,usando transporte coletivo,aderindo a combustíveis alternativos,entre diversas outras ações que contribuem para a diminuição do Aquecimento do Planeta onde vivemos.

Aquecimento Global,Efeito Estufa,Protocolo de Kyoto

   Veja esse Vídeo   mostrando os assuntos que mais preocupam o mundo e que cada vez mais que Cientistas se aprofundam no assunto,mais eles descobrem o que isso pode causar no Planeta Terra.

Consequências do Efeito Estufa

        - Retenção do calor na atmosfera fazendo com que aumente a temperatura do planeta;
        - Com o aumento da temperatura no planeta Aquecimento Global,já está em processo o derretimento das geleiras das calotas polares;
        - O derretimento das calotas polares provoca o aumento da quantidade de água nos oceanos,podendo provocar,em breve,o alagamento das cidades litorâneas e a submersão de ilhas;
        - O Aquecimento Global provocado pelo efeito estufa pode acelerar o processo de desertificação em algumas regiões do planeta;
        - O efeito estufa pode alterar o funcionamento equilibrado de Ecossistemas,provocando o desaparecimento de espécies vegetais e animais;
        - Mudanças Climáticas provocadas pelo efeito estufa pode potencializar fenômenos ambientais como,por exemplo,furacões,tempestades,secas e enchentes em determinadas regiões;
        - O efeito estufa potencializa os danos provocados pelos poluentes na saúde das pessoas,principalmente nos grandes centros urbanos;
        - Ao gerar o aquecimento da temperatura,o efeito estufa pode aumentar as condições favoráveis para o princípio de incêndios em áreas verdes,principalmente em épocas secas e de baixa umidade.
        - As mudanças climáticas geradas pelo efeito estufa podem alterar os cursos naturais das correntes marítimas,provocando a extinção de diversas espécies de peixes e outros animais marinhos;
        - Ao modificar o clima de determinadas áreas,o efeito estufa pode prejudicar a agricultura em determinadas regiões,diminuindo a produção de alimentos no mundo todo.

Reportagem: O aquecimento global

Esta é uma reportagem que tira algumas das nossas dúvidas quanto ao aquecimento global

Efeito Estufa

            Efeito Estufa é um fenômeno natural de aquecimento térmico da Terra,é essencial  para  manter a temperatura do planeta em condições ideais de sobrevivência,e sem ele,a Terra seria muito fria,dificultando o desenvolvimento das espécies.
            O  Efeito Estufa acontece quando os raios provenientes do Sol,ao serem emitidos à Terra,têm dois destinos,uma parte deles é absorvida,e transformada em calor,para manter o planeta quente,e a outra é refletida e direcionada ao espaço,como radiação infravermelha.Mais da metade da radiação fica retida na superfície do planeta por causa da ação refletora de uma camada de gases que a Terra tem,os gases estufa,que agem como isolantes por absorver uma parte de energia irradiada e são capazes de reter o Sol na   atmosfera,formando uma espécie de cobertor em torno do planeta,impedindo que ele escape de volta para o espaço.
             Nas ultimas décadas,contudo,a concentração desses gases isolantes tem sido aumentada demasiadamente pela ação do homem,através da queima de combustíveis fósseis,do desmatamento e da ação das indústrias,aumentando a poluição no ar.Esse excesso de camada está fazendo que parte desses raios não consiga voltar para o espaço,provocando uma elevação na temperatura de todo o planeta,o Aquecimento Global,por isso,o nome estufa é usado para descrevê-lo.
              Em 1997,visando diminuir as emissões dos gases,a Organização das Nações Unidas ONU convocou vários países para assinarem um tratado chamado Protocolo de Kyoto,que determina que os países industrializados diminuem suas emissões de gases poluentes a um nível de 5,2 por cento menor que a média de 1990.Os Estados Unidos,um dos países que mais contribui para esses danos ambientais,ainda não assinaram o documento.
              O Brasil está em quarto lugar no ranking dos países que mais emitem gases de efeito estufa na atmosfera,a maior parte por conta dos desmatamentos.

sábado, 8 de junho de 2013

Jogo Negócio Sustentável

            O  Jogo Negócio Sustentável é um jogo de tabuleiro que provoca uma nova forma de pensar,agir e gerar riqueza através de negócios sustentáveis.É instrumento lúdico desafiador de mudança de modelo mental para realizar negócios.
            O  Jogo é só um instrumento e por isso está conquistando o coração dos jogadores,porque os consultores estão utilizando-o em Jogos de Empresas,os treinadores como dinâmica de grupo,os professores como moderno e lúdico equipamento didático,os participantes como diversão.
            Com os conhecimentos recentes da neurociência toda aprendizagem lúdica funciona melhor que qualquer outro método,porque envolve emoções,e os hormônios do prazer na corrente sanguínea funciona como uma '' cola na aprendizagem ''.O que se aprende brincando não se esquece jamais !
            Bem diferente dos jogos tradicionais,que para 1 jogador vencer todos os outros têm que perder,este  jogo é '' win-win ''.Exige que o ganhador estimule os outros jogadores a ganhar mais.Quanto mais negócios na mesa maior a riqueza do tabuleiro e melhores as oportunidades de ganha-ganha.É a economia capitalista,globalizada e sustentável do século 21.
            Um grupo de professores e alunos da FEA-USP disseram que o Jogo Negócio Sustentável é o avesso de xadrez,do War e do Banco Imobiliário.Porque ao invés do princípio do ganha-perde,a essência do JNS é a coopetição ou coopetition que é competição com cooperação lucrativa !
            Sinergia Consultores demorou três anos para desenvolvê-lo em rede colaborativa com pessoas de 35 países.E este é somente o começo,porque é um jogo infinitivo,são poucas as regras da inteligência do jogo e infinitas oportunidades de aplicações.


sexta-feira, 7 de junho de 2013

O Esfriamento Global e Glaciações

           O  Esfriamento Global  ou  Arrefecimento Global  em Portugual,é uma teoria de que ocorrerá um resfriamento total da superfície terrestre iniciado uma nova Era Glacial,ou seja,uma nova glaciação.
           Os  cientistas defensores dessa teoria prevêem que,entre os anos de 2012 a 2015,a temperatura global  da Terra começaria uma lenta redução,que alcançaria os níveis mínimos entre 2055 a 2060.
           Esse período de esfriamento duraria pelo menos 50 anos e que,até o século XXII,a Terra começaria novamente outra fase de Aquecimento Global.
           As glaciações provocaram grandes mudanças no relevo continental e no nível do mar.Quanto a Temperatura Global diminui ocorre,como consequência,o aumento das geleiras ou seja,as baixas temperaturas provocam o congelamento da água nos pólos aumento a quantidade de gelo nas calotas polares.
           Outra consequência é o rebaixamento eustático do nível dos oceanos devido à retenção de água nos pólos.O  Oceano se afasta da linha da costa,das praias,por exemplo,expondo grandes extensões da terra e ligando ilhas e continentes entre si,formando as chamadas pontes terrestres.
            Entre os períodos glaciais há os períodos interglaciais em que a temperatura da Terra se eleva.O período em que vivemos é um período interglacial.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Energias Não Renováveis x Energias Renováveis

                 
                 Video muito interessante sobre as Energias Renováveis e as Não Renováveis,mostra claramente que Energia Não Renovável é feita através de Recursos Naturais e Energia Renovável já é a Energia que tem a finalidade de através de aparelhos específicos gerar uma Energia que necessitariamos da Natureza,como por exemplo,Usinas Eólicas que produzem vento e melhora o ar.Veja mais esse Video e aprendam um pouco mais sobre Energia Renovável e Energia não Renovável

Petróleo e Aquecimento Global

  

O Petróleo


Petróleo (do latim petroleum, petrus = pedra e oleum = óleo, do grego πετρέλαιον [petrélaion], "óleo da pedra", do grego antigo πέτρα [petra], pedra + έλαιον [elaion] azeite, qualquer substância oleosa, no sentido de óleo bruto), é uma substância oleosa, inflamável, geralmente menos densa que a água, com cheiro característico e coloração que pode variar desde o incolor ou castanho claro até o preto, passando por verde e marrom (castanho). Trata-se de uma combinação complexa de hidrocarbonetos, composta na sua maioria de hidrocarbonetos alifáticos, alicíclicos e aromáticos, podendo conter também quantidades pequenas de nitrogênio, oxigênio, compostos de enxofre e íons metálicos, principalmente de níquel e vanádio. Esta categoria inclui petróleos leves, médios e pesados, assim como os óleos extraídos de areias impregnadas de alcatrão. Materiais hidrocarbonatados que requerem grandes alterações químicas para a sua recuperação ou conversão em matérias-primas para a refinação do petróleo, tais como óleos de xisto crus, óleos de xisto enriquecidos e combustíveis líquidos de hulha, não se incluem nesta definição.
O petróleo é um recurso natural abundante, porém sua prospecção envolve elevados custos e complexidade de estudos. É também atualmente a principal fonte de energia, servindo também como base para fabricação dos mais variados produtos, dentre os quais destacam-se benzinas, óleo diesel, gasolina, alcatrão, polímeros plásticos e até mesmo medicamentos. Já foi causa de muitas guerras e é a principal fonte de renda de muitos países, sobretudo no Oriente Médio.
Além de gerar a gasolina que serve de combustível para grande parte dos automóveis que circulam no mundo, vários produtos são derivados do petróleo como, por exemplo, a parafina, GLP, produtos asfálticos, nafta petroquímica, querosene, solventes, óleos combustíveis, óleos lubrificantes, óleo diesel e combustível de aviação.
                                                                               Por Ysaack Franco

Energia Hidrelétrica

A energia hidrelétrica é a obtenção de energia elétrica através do aproveitamento do potencial hidráulico de um rio. Para que esse processo seja realizado é necessária a construção de usinas em rios que possuam elevado volume de água e que apresentem desníveis em seu curso.

A força da água em movimento é conhecida como energia potencial, essa água passa por tubulações da usina com muita força e velocidade, realizando a movimentação das turbinas. Nesse processo, ocorre a transformação de energia potencial (energia da água) em energia mecânica (movimento das turbinas). As turbinas em movimento estão conectadas a um gerador, que é responsável pela transformação da energia mecânica em energia elétrica.

Normalmente as usinas hidrelétricas são construídas em locais distantes dos centros consumidores, esse fato eleva os valores do transporte de energia, que é transmitida por fios até as cidades.

A eficiência energética das hidrelétricas é muito alta, em torno de 95%. O investimento inicial e os custos de manutenção são elevados, porém, o custo do combustível (água) é nulo.

Itaipu, a maior hidrelétrica do mundo
Atualmente, as usinas hidrelétricas são responsáveis por aproximadamente 18% da produção de energia elétrica no mundo. Esses dados só não são maiores pelo fato de poucos países apresentarem as condições naturais para a instalação de usinas hidrelétricas. As nações que possuem grande potencial hidráulico são os Estados Unidos, Canadá, Brasil, Rússia e China. No Brasil, mais de 95% da energia elétrica produzida é proveniente de usinas hidrelétricas.

Apesar de ser uma fonte de energia renovável e não emitir poluentes, a energia hidrelétrica não está isenta de impactos ambientais e sociais. A inundação de áreas para a construção de barragens gera problemas de realocação das populações ribeirinhas, comunidades indígenas e pequenos agricultores. Os principais impactos ambientais ocasionados pelo represamento da água para a formação de imensos lagos artificiais são: destruição de extensas áreas de vegetação natural, matas ciliares, o desmoronamento das margens, o assoreamento do leito dos rios, prejuízos à fauna e à flora locais, alterações no regime hidráulico dos rios, possibilidades da transmissão de doenças, como esquistossomose e malária, extinção de algumas espécies de peixes.
 
 
 
A energia hidrelétrica é um biocombustível, então isso já é bom quanto ao aquecimento global, porém ela causa muitos problemas, citados no texto, então não é o tipo de energia mais aconselhável.                     

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Energia Eólica no Brasil

                 Geração de Energia Eólica no Brasil
                  
                 Apesar de ter um território vasto com ótimo potencial de geração de energia elétrica utilizando o vento,o Brasil ainda produz pouca energia a partir desta fonte.Atualmente,o Brasil produz cerca de 1.200 megawatts,correspondendo  a  apenas  0,6 por cento de participação no sistema elétrico nacional.São apenas 46 Parques Eólicos em todo o território nacional.
             
                 
                A  Expansão 
                 
                Porem,a boa notícia é que o Governo Federal contratou 140 novos empreendimentos que deverão estar em operação até o final de 2013.Com estes novos parques eólicos,passaremos a produzir cerca de 5 mil megawatts,passando para quase 4,2 por cento de participação no sistema elétrico nacional.
                Esta expansão está atraindo grandes empresas internacionais que apostam no crescimento deste tipo de energia no Brasil.
             
             
                Importância
             
                A  geração de energia elétrica através desta fonte é de extrema importância para o Brasil,pois se trata de uma fonte renovável e limpa.Com a energia eólica,nosso país está dando um grande passo na direção do desenvolvimento sustentável.
             
                Principais Parques Eólicos do Brasil
                
                Complexo Eólico Alto Sertão-localizado no semiárido baiano,é o maior Parque gerador de energia eólica do Brasil e também da América Latina.As 184 torres geram 294 megawatts de energia,cerca de 30 por cento de toda a Energia Eólica gerada no Brasil.Inaugurado em junho de 2012,o complexo pertence a empresa Renova Energia e teve investimento em 1,2 bilhão de reais
             
                Parque Eólico de Osório- instalado no município gaúcho de Osório,é o segundo maior centro de geração  de energia eólica no Brasil em 2011,possui a capacidade instalada de 150 megawatts
                Usina de Energia Eólica de Praia Formosa-instalada na cidade de Camocim,no estado do Ceará,possui a capacidade instalada em 104 megawatts
                Parque Eólico Alegria-instalado na cidade de Guamaré Rio Grande do Norte.Possui a Capacidade instalada de 51 megawatts.
                Parque Eólico do Rio de Fogo-instalado na cidade de Rio do Fogo em Rio Grande do Norte.Possui a capacidade instalada de 41 megawatts.
                Parque Eólico Eco Energy-instalada na cidade de beberibe no estado do Ceará.Possui Capacidade instalada de 25 megawatts.

terça-feira, 4 de junho de 2013

O Urso Polar e o Aquecimento Global

         O  Constante desequílíbrio no efeito estufa,fenômeno natural que equilibra a temperatura no Planeta Terra,tem provocando o avanço do  Aquecimento Global que põe em questão a organização da Sociedade Humana e o avanço crescente de sua tecnologia exploratória.O  Aquecimento  Global está  gerando desajustes  no ciclo natural das temperaturas,climas e reprodução das espécies de flora e fauna.
         No hemisfério norte,o grande exemplo de espécie ameaçada é o Urso Polar.O  Aquecimento Global  está causando o derretimento das geleiras,alterando o período de migração dos pássaros e profundas mudanças no meio ambiente que desencadeiam-se em falta de alimentos para os ursos polares.O Governo dos EUA já classificou  o Urso Polar do estado do Alaska como uma espécie ameaçada de extinção.
          A  classificação  de extinção dessa espécie ocorreu um dia após a existência da Justiça Norte Americana sobre a elaboração de um programa de proteção para o Urso Polar.No Documento foram considerados estudos recentes sobre a diminuição do gelo no Oceano Ártico,na região do Alaska e do Canadá.
          Há a previsão que dois terços dos Ursos Polares poderão desaparecer nos próximos cinquenta anos.Na América do Norte,cerca de 89 espécies de plantas têm florescido precocemente na cidade de Washington e por falta de alimento,os Ursos Polares estão se tornando canibais.Além do Hemisfério Norte,as regiões do mundo que no momento sofrem com o Aquecimento Global de modo mais intenso são a  África e a Ásia Central.

Persuação do Governo sobre o Meio Ambiente

                       

         Realmente nós precisamos nos unir e lutar pelos nossos direitos,usarmos o nosso livre arbítrio a favor de toda a Sociedade Mundial,desde os mais Ricos como os mais Pobres,exercer o nosso Direito De Liberdade de Expressão e nos expressar sobre a nossa verdadeira opinião sobre o Meio Ambiente e Aquecimento Global e fazer sevéras cobranças de melhorias para as autoridades.Não sermos simplesmente persuadidos pelo Governo,porquê é muito mais fácil o Governo baixar o ipi para carros ao invéz de investir em mobilidade urbana e depois falar que melhorou e ajudou a conquistar milhares de sonhos de ter um carro e depois dar o golpe aumentando o preço da gasolina,ou então dar a proposta de acabar com a taxa da inspeção veicular e depois aumentar o preço do ônibus,em fim,são muitas jogadas e golpes políticos que marcam a burocracia que vivemos em nossa Sociedade Consumista.O Governo quer muito mais vc andando de carro do que de transporte público porque não lhe convém,ele usa o nosso vicio em consumo para o bem deles mesmos,vc prefere mil vezes comprar um carro novo do que  de ônibus,a maioria consumista de veículos sendo persuadido por uma compra  que o faz pensar que tem mais autonomia ou status,e assim,o Governo usa a estratégia de criar um sistema capitalista,que dá a chance de vc financiar,parcelar ou comprar um carro sem condições,beneficiando o governo,´porquê vc ficara no minimo 1 ano com o seu veículo,já contribuindo com o ipva e o combustível,abastecendo seu carro grande parte das vezes em empresas estatais,e assim sucessivamente com o seu outro veículo que brevemente vai comprar porquê o sistema te dá a chance de repetir o processo durante praticamente sua vida toda.
          E como a sociedade cai muito bem nesse golpe,os políticos aproveitam e assim fazem isso repetidamente.Outro fator que eles aproveitam é usar os altos níveis de consumo da sociedade e usar como um fato de um país desenvolvido,usando a seguinte lógica,Se o Nosso povo consume muito é porquê nos temos capacidade e produzimos muito,e se produzimos muito é porquê somos países desenvolvidos e países de primeiro mundo,passando assim o país a ser considerado mais rico e desenvolvido,passando uma impressão fora da realidade tendo sua respectiva fama,ganhando dinheiro e respeito pelo mundo a fora.Isso tudo ás custas de uma Sociedade Consumista.

Como o Aquecimento Global Pode Mudar Nossa Economia

              O agronegócio e a indústria energética estão entre os setores mais ameaçados pelas mudanças climáticas,segundo especialistas.
              Principal vilão das  emissões de gases  efeito estufa do Brasil,o  desmatamento na floresta amazônica  atingiu uma área de cerca de 175 km quadrado,entre março e abril de 2013,uma queda de quase 50 por cento em relação aos 12 meses anteriores.Apesar dos avanços há muito a ser feito.
              Cerca de 26 por cento do desmatamento na Amazônia legal,área que engloba nove estados brasileiros,é causado pela pecuária.Segundo estudos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais Inpe,entre 1990 e 2006 o rebanho existente na região subiu de 26 milhões para  73 milhões de cabeças ,o que equivale a 36 por cento do total nacional.
              Quanto mais cabeça de gado,mais espaço para a criação de rebanho é necessário.Dessa forma,a emissão de gases do efeito estufa GEEs resultantes das queimadas para a limpeza do solo e dos dejetos dos animais acaba contribuindo para o Aquecimento Global.
              Mas a pecuária que é responsável  por 50 por cento das emissões de gases de efeito estufa no país.Não leva a culpa sozinha.A agricultura também está no rol  de atividades econômicas que contribuem para as mudanças climáticas.
               Segundo Paulo Artaxo,professor do Instituto de Física  da Universidade de São Paulo USP,membro do Experimento de Larga Escala da Biosfera e Atmosfera da Amazônia LBA e do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas IPCC,o agronegócio é um dos principais drivers quando se falam de mudanças climáticas.
               O  uso de fertilizantes e agrotóxicos leva a contaminação do solo e dos lençóis freáticos,e gera emissões de dióxido de carbono CO2,óxido nitroso N20 e metano NH4 para a  atmosfera,compostos que contribuem para o efeito estufa.

                Efeito colateral
     
                E  se toda ação tem uma reação,o agronegócio pode e deve  se preparar para as influências das mudanças climáticas no setor.O aumento da Temperatura,e a alteração no padrão das chuvas e dos níveis de fertilidade do solo podem afetar a produção de alimentos,a criação de rebanho,e até alterar o mapa geográfico dessas atividades.
                Para Artaxo,com o aumento da população mundial e consequentemente,da demanda por alimentos,países como Brasil e Índia-que possuem os maiores rebanhos bovinos do mundo-enfrentarão um  grande desafio;alimentar a população sem aumentar consideravelmente a emissão de GEEs.


Feliz Dia Mundial do Meio Ambiente!!!

 
 
 Isso aí! 5 de junho é o dia mundial do meio ambiente! Vamos aproveitar pelo menos essa data para fazer algo pelo nosso ambiente, afinal, a gente devia fazer isso todo dia, né?
 
O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado todo dia 5 de junho de cada ano. Esta data foi estabelecida pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 15 de dezembro de 1972, durante a Conferência de Estocolmo, que tratou do tema Ambiente. Foi durante esta conferência que foi aprovada também o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.
Objetivos 
A criação desta data teve como objetivo principal a conscientização da população mundial sobre os temas ambientais, principalmente, aqueles que dizem respeito à preservação. Desta forma, a ONU procurou ampliar a atuação política e social voltada para os temas ambientais. Era intensão da ONU também, transformar as pessoas em agentes ativos da preservação e valorização do meio ambiente.
Importância e comemoração 
Nesta data, ocorrem diversos eventos no mundo todo. Palestras, campanhas educativas, documentários e eventos são realizados, em vários locais, com o propósito de despertar as pessoas para esta importante questão mundial.
Em muito países ocorrem acordos ambientais e definição de políticas voltadas para a proteção do meio ambiente.
Esta data é muito importante nas escolas, pois os alunos, em estágio de formação, podem desenvolver uma consciência ambiental que é fundamental para o futuro do planeta.
                                                     Por Ysaack Franco

Planeta Sustentável



Certamente você já ouviu essas palavras diversas vezes. Mas, você sabe o que elas realmente significam? Sustentabilidade é um conceito que vem tomando força nos últimos anos. O ser humano sempre vem explorando o mundo em que vive e extraindo dele tudo o que precisa para sobreviver. Mas, nos últimos séculos, ele vem tirando muito mais do que realmente precisaria e o pior; vêm jogando no planeta os mais diversos tipos de veneno e de resíduos perigosos frutos de suas atividades econômicas.
É mais ou menos como se você jogasse veneno na comida que você tem em casa ou na água que você bebe. Mesmo que fosse um pouquinho de cada vez, uma hora ou outra você acabaria morrendo. E é exatamente isso que o ser humano estranhamente vem fazendo com o planeta em que vive e do qual depende inteiramente. Algo que, se analisarmos muito bem; veremos que é um comportamento totalmente louco e suicida. Para termos um planeta sustentável é necessária uma mudança de postura.
Mesmo que as pessoas desejem consumir cada vez mais e mais; o planeta começou a dar recados cada vez mais óbvios de que não suportaria esse ritmo de consumo e de degradação dos recursos naturais por muito mais tempo. Cataclismas de toda ordem começaram a acontecer ao redor do mundo e sinais evidentes de desgaste e de alterações climáticas perigosas acenderam as luzes vermelhas de perigo nas mentes dos cientistas.
Por sua vez, esses cientistas, começaram a falar e a mostrar que se a humanidade continuasse com a sua loucura consumista, nosso planeta não duraria por muito mais tempo ou acabaria por expulsar nossa forma de vida como se fosse uma doença. Assim, essas vozes começaram a encontrar eco entre membros influentes da sociedade e até entre pessoas comuns. Com isso, a idéia de que deveríamos cuidar melhor da dádiva que recebemos, ou seja ter um planeta sustentável, e a constatação óbvia de que temos apenas um planeta e que devemos poupar nossos recursos naturais usando-os com mais racionalidade tomou forma.
Nascia assim o conceito de Planeta Sustentável. Um conjunto de práticas, procedimentos e formas de agir que permitam que os recursos naturais se renovem ou que durem por muitas e muitas gerações. Dando a possibilidade de nossa espécie viver por mais tempo e garantir que haverá a esperança de que um dia; poderemos evoluir o suficiente para alcançar as estrelas em busca de mais recursos.
Assim, planeta sustentável é muito mais do que um simples conceito bonitinho ou voltado para pessoas “cabeça” ou para ativistas do meio ambiente. É pura questão de sobrevivência. Garantir que um planeta mais sustentável seja uma realidade, pessoas; governos e empresas devem unir esforços para aprender e aplicar essas técnicas e procedimentos desenvolvidos, ao longo desse aprendizado, para garantir a continuidade da vida em nossa maravilhosa bola azul.
E garantir o uso racional dos recursos naturais de nosso planeta para que seja um planeta sustentável, não é nada complexo e nem precisa de recursos pesados. Basta usar as fontes de energia de forma mais racional e econômica; usar e reutilizar a água da chuva; tratar nossos resíduos e esgotos de forma adequada e completamente e promover uma convivência mais harmônica entre os diversos grupos humanos que compartilham nosso mundo.


POSTADO POR GUILHERME BESERRA 7ºC Nº12

O Meio Ambiente e a Sustentabilidade

Nunca antes se debateu tanto sobre o meio ambiente e sustentabilidade. As graves alterações climáticas, as crises no fornecimento de água devido a falta de chuva e da destruição dos mananciais e a constatação clara e cristalina de que, se não fizermos nada para mudar, o planeta será alterado de tal forma que a vida como a conhecemos deixará de existir.
Cientistas, pesquisadores amadores e membros de organizações não governamentais se unem, ao redor do planeta, para discutir e levantar sugestões que possam trazer a solução definitiva ou, pelo menos, encontrar um ponto de equilíbrio que desacelere a destruição que experimentamos nos dias atuais. A conclusão, praticamente unânime, é de que políticas que visem a conservação do meio ambiente e a sustentabilidade de projetos econômicos de qualquer natureza deve sempre ser a ideia principal e a meta a ser alcançada para qualquer governante.
Em paralelo as ações governamentais, todos os cidadãos devem ser constantemente instruídos e chamados à razão para os perigos ocultos nas intervenções mais inocentes que realizam no meio ambiente a sua volta; e para a adoção de práticas que garantam a sustentabilidade de todos os seus atos e ações. Destinar corretamente os resíduos domésticos; a proteção dos mananciais que se encontrem em áreas urbanas e a prática de medidas simples que estabeleçam a cultura da sustentabilidade em cada família.
Assim, reduzindo-se os desperdícios, os despejos de esgoto doméstico nos rios e as demais práticas ambientais irresponsáveis; os danos causados ao meio ambiente serão drasticamente minimizados e a sustentabilidade dos assentamentos humanos e atividades econômicas de qualquer natureza estará assegurada.
Estimular o plantio de árvores, a reciclagem de lixo, a coleta seletiva, o aproveitamento de partes normalmente descartadas dos alimentos como cascas, folhas e talos; assim como o desenvolvimento de cursos, palestras e estudos que informem e orientem todos os cidadãos para a importância da participação e do engajamento nesses projetos e nessas soluções simples para fomentar a sustentabilidade e a conservação do meio ambiente.
Uma medida bem interessante é ensinar cada família a calcular sua influência negativa sobre o meio ambiente (suas emissões) e orientá-las a proceder de forma a neutralizá-las; garantindo a sustentabilidade da família e contribuindo enormemente para a conservação do meio ambiente em que vivem. Mas, como se faz par calcular essas emissões? Na verdade é uma conta bem simples; basta calcular a energia elétrica consumida pela família; o número de carros e outros veículos que ela utilize e a forma como o faz e os resíduos que ela produza. A partir daí; cada família poderá dar a sua contribuição para promover práticas e procedimentos que garantam a devolução à natureza de tudo o que usaram e, com essa ação, gerar novas oportunidades de redá e de bem estar social para sua própria comunidade.
O mais importante de tudo é educar e fazer com que o cidadão comum entenda que tudo o que ele faz ou fará; gerará um impacto no meio ambiente que o cerca. E que só com práticas e ações que visem a sustentabilidade dessas práticas; estará garantindo uma vida melhor e mais satisfatória, para ela mesma, e para as gerações futuras.

Postado por GUILHERME BESERRA 7ºC Nº12

segunda-feira, 3 de junho de 2013

O Brasil Também Corre Perigo

     
             A  Natureza está realmente se vingando,Aquecimento Global acho que está mais que claro que não é uma jogada política ou alguma coisa do tipo,nós brasileiros e brasileiras já fomos avisados pela Natureza que uma hora nossas atitudes desrespeitosas e antiéticas com a Natureza está repercutindo em nossas vidas,fim do mundo está cada vez mais próximo do que achamos,a Natureza é nossa amiga,mas se não dermos o seu respectivo valor ela pode ser muito pior do que um inimigo comum,desastres na natureza pela atitude do homem não acontece só em países da ásia,a Natureza pode se vingar de qualquer um que a não cuide como seu patrimônio,venho ressaltando que a Imortalidade do Planeta Terra está cada vez mais impossível e pode ficar impossível até mesmo as nossas crianças  atualmente não ter como ter filhos e muito menos netos,nossas atitudes negativas e antiéticas com a natureza só está aproximando o fim,fim de uma coisa que poderiamos evitar,mas se não se  acomodarmos e não pararmos no tempo,cabe a nós não duvidar da vingança mais terrorista da natureza e nem do nosso fim e agirmos como cidadãos conscientes,e para termos a consciência plena e ajudar o nosso Planeta Terra temos que acabar com a Frase Filosófica do  Viva o Hoje que o Amanha deus pertence,ditado cada vez mais usado na vida do cidadão brasileiro,porque se vivermos o hoje como se fosse o ultimo dia pode realmente ser o ultimo,viver o hoje fazendo diferença no amanhã que é a filosofia certa para melhorarmos o mundo,que por sinal está chegando no seu fim se não cuidarmos.

Lei de Crimes Ambientais

            Leis da Natureza  ou  Leis de Crimes Ambientais é o título de uma lei brasileira,lei 9.605,de 12 de fevereiro de 1998,sancionada pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso,que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente.
            
           
            Destaque da  Lei
         
            Entre os diversos crimes ambientais,destacam se :
            
            Matar animais '' silvestres '',nativos ou em uma rota migratória '' art 29 continua sendo crime.Entre esses animais encontram-se as espécies ameaçadas de extinção,tais como a ararinha azul,o mico-leão-dourado e o boto cor de rosa.O fato não é considerado crime,se o abate for para saciar a fome da pessoa ou da sua família;
            O  comércio,o aprisionamento e o transporte desses mesmos animais também constitui crime,sendo a pena em ambos os casos de 6 meses a 1 ano de prisão,além de multa;
            Passa a ser crime,além dos maus tratos,o abuso contra animais,assim como ferir ou mutilar um animal art 17.Este artigo se refere não apenas aos animais silvestres,nativos e exóticos,mas também aos '' animais domésticos ou domesticados '' e sua pena é multa de 200 reais por animal,ou,se for uma espécie ameaçada de extinção,multa que varia entre 5 mil e 10 mil reais.
            As experiências dolorosas ou cruéis em animal vivo,ainda que seja para fins didáticos ou científicos como cobaia por exemplo,são consideradas crimes '' quando existirem recursos alternativos '' e o infrator incorre nas mesmas penas referente aos maus tratos.
            A exportação não autorizada de '' peles e  couros de anfíbios e reptéis em estado bruto '' art 13 sujeita o infrator á multa de 2 mil reais,mais um acréscimo de 200 a 5 mil reais por espécie apreendida,conforme o grau de raridade do animal.
            A  caça  as baleias,golfinhos e outros cetáceos é considerada crime ambiental art 22 dentro do limite de 200 milhas do mar territorial brasileiro.O simples ato de '' molestar de forma intencional '' o cetáceo já se enquadra nesse artigo,cuja pena é multa de 2.500 reais.
            A prática de pichar,grafitar ou de qualquer forma sujar edificação ou monumento urbano,sujeita o infrator a até um ano de detenção.
            Fabricar,vender,transportar ou soltar balões,é punido com prisão e multa.
            Destruir,causar danos,lesionar ou maltratar plantas ornomentais é crime,punido por até um ano.
            Quem dificultar ou impedir o uso público das praias estará sujeito a até cinco anos de prisão.
Loading...